I was born in São Paulo, Brazil in 1963. I was a very young student at the School of Fine Arts, passionate about painting, but also for music and motorcycles, when a startling internship in the camera department of a commercial production company changed my life. The film set was the synthesis of everything I liked. I dug myself headlong into it.

The time I spent in the camera department taught me how to shoot from the standpoint of technical execution, but I knew that what really mattered was what most looked like painting, by

becoming a Director of Photography.

I started photographing in the '80s, at the same time that MTV was arriving in Brazil, stimulating the adoption of a more courageous and daring photographic language, with which I fully identified myself. It has been years shooting video clips, short films, and countless commercials for big brands.

In 2004 I shot the first feature film “Redentor" of Cláudio Torres, director and partner of the Conspiração Filmes, with whom I had a great partnership. I also made his second feature film "The Invisible Woman" and the light design of the show "Universo Particular" of the singer Marisa Monte, which he directed. The idea of the show was to create a cinematographic climate so we used cinema lighting equipment. The result was exciting. These projects were very different from each other, and were very important for my development as a cinematographer.

With the arrival of digital technology, many things have changed, including limitless opportunities to handle exposure and final texture. I was the cinematographer of the feature film “Freedom Station" (2012) and “Jules and Dolores" (2016), both by Caito Ortiz, with whom I have been filming for more than ten years. In both projects, there was a desire for visual boldness, a strong language, and the digital tools were instrumental in reaching the end result. Also with Caito I worked on the award winning TV series "FDP" for HBO in 2012.

My most recent finalized works are the tv series "13 dias longe do Sol" by Luciano Moura, production of O2 films for TV Globo, about the collapse of a building, the stories of the survivors who are buried, and the efforts of the rescuers trying to find them. In this project I photographed the part of the underground group, in a very dark environment, it was a wonderful challenge. I also shot the short "Stargoat", that is my first movie in science fiction, directed by Paulo Caruso who, like me, is a fan of the genre.

FILMOGRAPHY

13 dias longe do Sol — tv series (2017)

director: Luciano Moura

Stargoats — short film (2017)

director Paulo Caruso

Jules and Dolores — feature (2016)

director: Caito Ortiz

Won The Golden Kikito for Best Cinematography

at Gramado Film Festival (2016)

Estação Liberdade — feature (2013)

director: Caito Ortiz

( FDP ) — tv series (2012)

director: Adriano Civita, Caito Ortiz,

Katia Lund and Jonnhy Araujo

The Invisible Woman — feature (2009)

director: Claudio Torres

3 — short film (2009)

director: Paola Siqueira

Redentor — feature (2004)

director: Claudio Torres

Cinema Brazil Grand Prize Nomination

for Best Cinematography (2005)

Cinema Brazil Grand Prize Nomination

for Best Movie (2005)

Alex — short film (1997)

director: Mauro Baptista

Os Ursos— short film (1995)

director: Katia Lund

Amor Materno — short film (1995)

director: Fernando Bonassi

Babe Bum — short film (1994)

director: Eduardo El Kobbi

Domingo no Campo — short film (1994)

director: Andre Sturm

Sera que é disso que eu necessito? — music video (1993)

of band "Titãs"

Won MTV Silver Astronaut

for Best Videoclip Brazil (1993)

Job — short film (1993)

director: Beto Brant and Ralph Strelow

Won Coral for Best Short Film

at Havana Film Festival (1993)

Faça você mesmo — short film (1991)

director: Fernando Bonassi

Viver a Vida — short film (1991)

director: Tata Amaral

Won Best Cinematography Prize

at Festival de Cinema do Maranhão, Brazil (1992)

Eu nasci em São Paulo, Brazil em 1963. Era um muito jovem estudante na Escola de Belas Artes, apaixonado por pintura, mas também por música e motocicletas, quando um surpreendente estágio no departamento de câmera de uma produtora de comerciais mudou a minha vida. O set de filmagem era a síntese de tudo de que gostava. Mergulhei de cabeça na coisa.

O tempo que fiquei no dpto. de câmera me ensinou como se filma do ponto de vista da execução técnica, mas sabia que o que interessava mesmo era o que mais se parecia com pintura: a direção de fotografia.

Comecei a fotografar nos anos 80, ao mesmo tempo em que a MTV chegava no Brasil, estimulando a adoção de uma linguagem mais corajosa e ousada, com a qual eu me identificava plenamente. Foram anos de videoclipes e curtas, e inúmeros comerciais para grandes marcas.

Até que com Cláudio Torres, diretor e sócio da Conspiração filmes, com o quem tive uma grande parceria, fotografei meu primeiro longa metragem: “Redentor” em 2004. Com ele fiz também o filme  “A Mulher Invisível” e o light design do show “Universo Particular” da cantora Marisa Monte, que ele dirigiu. A idéia do espetáculo era criar um clima cinematográfico, então utilizamos equipamentos de iluminação de cinema. O resultado ficou emocionante. Estes projetos, bem diferentes entre si, foram muito importantes para meu desenvolvimento como fotografo.

 

Com a chegada do digital muitas coisas mudaram. Um universo cheio de oportunidades para manusear a exposição e a textura final. Fotografei então o longa “Estação Liberdade” (2012) e “O Roubo da Taça” (2016), ambos do Caito Ortiz, com quem tenho filmado há mais de dez anos. Em ambos os projetos havia um desejo por um arrojo visual, uma linguagem forte, e as ferramentas digitais foram fundamentais para chegarmos no resultado final. Também com Caito trabalhei na premiada série de TV “FDP” para a HBO em 2012. 

 

Os últimos trabalhos que estão finalizados são a série “13 dias longe do sol”, de Luciano Moura, produção da O2 filmes

para a TV Globo, sobre o desabamento de um edifício

e as estórias dos sobreviventes que estão soterrados;

e o resgate lá fora tentando acha-los. E também

o curta “Stargoats”, que é minha primeira participação

em ficção-científica, dirigido por Paulo Caruso,

que como eu, é fã do gênero.

FILMOGRAPHY

13 dias longe do Sol — série de TV (2017)

diretor: Luciano Moura

Stargoats — curta-metragem (2017)

diretor Paulo Caruso

Jules and Dolores — longa-metragem (2016)

diretor: Caito Ortiz

Vencedor do Kikito de Ouro por Melhor Fotografia

no Festival de Cinema de Gramado (2016)

Estação Liberdade — longa-metragem (2013)

diretor: Caito Ortiz

( FDP ) — série de TV (2012)

diretor: Adriano Civita, Caito Ortiz,

Katia Lund e Jonnhy Araujo

A Mulher Invisível — longa-metragem (2009)

diretor: Claudio Torres

3 — curta-metragem (2009)

diretor: Paola Siqueira

Redentor — longa-metragem (2004)

diretor: Claudio Torres

Indicado para Melhor Fotografia

no Cinema Brazil Grand Prize (2005)

Indicado para Melhor Filme

no Cinema Brazil Grand Prize (2005)

Alex — curta-metragem (1997)

diretor: Mauro Baptista

Os Ursos— curta-metragem (1995)

diretor: Katia Lund

Amor Materno — curta-metragem (1995)

diretor: Fernando Bonassi

Babe Bum — curta-metragem (1994)

diretor: Eduardo El Kobbi

Domingo no Campo — curta-metragem (1994)

diretor: Andre Sturm

Sera que é disso que eu necessito? — videoclip (1993)

da banda "Titãs"

Vencedor do Astronauta de Prata da MTV

por Melhor Videoclip Brazil (1993)

 — curta-metragem (1993)

diretor: Beto Brant and Ralph Strelow

Vencedor do Prêmio Coral por Melhor Curta-Metragem

no Festival de Cinema de Havana (1993)

Faça você mesmo — curta-metragem (1991)

diretor: Fernando Bonassi

Viver a Vida — curta-metragem (1991)

diretor: Tata Amaral

Vencedor do Prêmio por Melhor Fotografia

no Festival de Cinema do Maranhão, Brasil (1992)